Depressão e ansiedade

Muita gente nem imagina, mas a depressão e a ansiedade são transtornos que caminham juntos, de mãos dadas. No entanto, os sintomas, as causas e os tratamentos são bem diferentes.

Ao todo, mais de 300 milhões de pessoas apresentam depressão no mundo inteiro, de acordo com os dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Somente no Brasil, os números chegar a cerca de 11, milhões de pessoas já diagnosticadas.

O que acontece é que a maioria dos brasileiros não é somente deprimido, mas também apresenta altos níveis de ansiedade.

Somente em 2017, o Brasil contava com cerca de 18,6 milhões de pessoas apresentando esse distúrbio, o que representava quase 10% da população.

O que acontece é que, realmente, em certos casos, os sintomas de ambos distúrbios podem se confundir, bem como pode acontecer de ambos se manifestarem juntos.

No entanto, o que nunca pode ser esquecido é que depressão é uma coisa e ansiedade é outra, sendo que cada uma delas tem suas próprias causas, sintomas e tratamentos. Um tratamento em comum para ambas é o Captril, um suplemento natural muito bom, outra coisa que  não muda entre elas é que ambas precisam de acompanhamento profissional!

Para isso, o mais importante é aprender como diferenciar esses problemas a fim de poder identificar quando se trata de uma ou de outra.

Entendendo a depressão

A depressão é uma doença já bastante antiga, embora tenha atingidos números mais expressivos nos últimos anos, lembrando que fatores genéticos podem aumentar a pré-disposição à ela.

Além disso, mesmo sem exames laboratoriais ou sintomas físicos palpáveis, a depressão é uma doença sim e deve ser tratada como tal.

Dentre as principais causas, podemos citar o estresse, desequilíbrios metabólicos ou hormonais, ambientes de constante competição, falta de afeto e outros.

Ela também pode se manifestar depois de um episódio de luto ou de algo que cause uma tristeza mais intensa.

Dentre os sintomas, podemos citar a sensação constante de culpa, excesso de pensamentos negativos persistentes, sensação de inutilidade, tristeza, baixa autoestima e desânimo para tudo.

Ansiedade

Sabe quando você está paquerando alguém e sente aquele friozinho na barriga? Sabem também aquele medo de ir mal em uma prova? Isso tudo é considerado ansiedade e é um sentimento normal do ser humano.

No entanto, quando esse sentimento se torna muito intenso ou passa a ocorrer com uma frequência muito elevada, pode causar prejuízos para o funcionamento do corpo e da mente.

Nesses casos, o problema é classificado como um distúrbio de ansiedade, caracterizado principalmente por um grande medo, preocupação ou tensão exagerada a uma situação ou condição.

Leave a Reply