Category: Beleza da Mulher

Causas e Soluções Para Queda de Cabelo em Mulheres

Perder entre 50 e 100 cabelos por dia é completamente normal. Mas se você acorda de manhã, descobre muito cabelo no travesseiro e, toda vez que escova, percebe uma perda excessiva de cabelo, é outra história. Mas não entre em pânico. Vamos começar identificando as causas da perda de cabelo nas mulheres para remediá-la.

Normalmente, os processos biológicos responsáveis ​​pelo crescimento do cabelo são naturalmente equilibrados. Enquanto alguns cabelos caem, outros crescem e assim por diante. É um ciclo normal e saudável que reflete as diferentes fases do crescimento do cabelo. Mas quando esse mecânico é perturbado, a perda de cabelo pode acelerar. Criamos uma lista das principais causas desse fenômeno e as soluções que podem ser adotadas. Se você estiver sofrendo uma perda excessiva de cabelo há mais de 6 meses, é recomendável que você visite seu dermatologista. Neste artigo, vamos nos concentrar na perda de cabelo em mulheres.

1. Queda de cabelo em mulheres de origem hormonal

Nosso sistema hormonal é muito sensível e reage para as menores mudanças. Normalmente, o estrogênio (hormônio sexual feminino) é a origem de uma juba bela e densa. Por esse motivo, muitas mulheres têm cabelos especialmente bonitos durante a gravidez. 

No entanto, os hormônios masculinos (andrógenos), também presentes no corpo feminino, mas em quantidades menores, não favorecem o crescimento do cabelo. Tanto no homem como na mulher, o estresse aumenta a secreção de hormônios androgênicos, que podem alterar o equilíbrio hormonal e causar queda de cabelo devido ao estresse. 

Em casos mais graves, os dermatologistas podem prescrever antiandrogênicos. Mas, na maioria dos casos, basta levar uma vida menos agitada e relaxar com mais frequência. Esse desequilíbrio também pode ser motivado pela disfunção da glândula tireoide.

Uma ótima dica para fortalecer os cabelos é usar um tônico capilar como o hairpower, esse produto além de fortalecer os cabelos fracos, ele ainda ajuda na recuperação de fios que caíram.

2. Queda de cabelo em mulheres devido à manipulação capilar excessiva

Submeter o cabelo a muitos tratamentos agressivos pode enfraquecê-lo e desligá-lo. Descolorações, mudanças freqüentes de cor, uso permanente ou regular de alisadores de cabelo não causam diretamente perda de cabelo nas mulheres, mas podem danificá-lo e fazer com que o cabelo se separe na raiz.

Somente “acidentes químicos” podem causar diretamente queda de cabelo nas mulheres. Isso acontece quando não respeitamos os tempos de exposição das descolorações e das permanentes. Após essa situação, não há escolha a não ser esperar um pouco para o couro cabeludo se recuperar. Você deve usar uma pequena quantidade de xampu e aplicá-lo suavemente. Se possível, evite tingir o cabelo e tom a tom por tom por um tempo.

3. Queda de cabelo em mulheres devido à falta de vitaminas

Para o cabelo crescer, ele precisa de uma dieta equilibrada, rica em vitaminas. A falta destes ou um regime excessivamente intenso pode causar perda de cabelo temporária. Para evitar isso, siga uma dieta equilibrada à base de frutas, legumes, proteínas, laticínios, cereais, nozes e óleos de qualidade superior. 

Se você não puder consumir esses alimentos, tome complexos alimentares especiais para cabelos que contenham biotina, niacina, zinco e vitaminas B6, B12, A e E. Isso também irá ajudá-lo, se você tiver cabelos finos, a dar mais força.

4. Queda de cabelo em mulheres causada por disfunção do sistema imunológico

A perda de cabelo pode ser a consequência tardia de uma infecção. É por isso que você pode perder cabelo na primavera, depois de ter sofrido uma gripe durante o inverno. Esse fenômeno para após cerca de 3 meses, quando as raízes danificadas se regeneram.

Tudo sobre Celulite

Até o início dos anos 1900, a paniculopatia fibrosa edemaciada, certamente mais conhecida como celulite, era considerada uma imperfeição simples, tipicamente feminina, com a qual, dada a escassez de remédios, era preciso viver (e possivelmente se esconder), mas então descobriu-se que é uma patologia real, devido a mecanismos fisiológicos complexos, que no entanto podem ser combatidos, derrotados e impedidos, atuando em várias frentes.

Todas as mulheres, de qualquer idade e constituição, sabem bem como a celulite é difícil, mas não é invencível se as estratégias corretas forem implementadas.

Nós o nomeamos mais ou menos todos os dias e odiamos com todas as nossas forças, mas o que realmente sabemos sobre a celulite?

O que é exatamente a Celulite?

A celulite é uma degeneração progressiva do tecido subcutâneo; na prática, as células adiposas são imersas em uma quantidade excessiva de líquidos, o que envolve a formação de tecido fibroso quase sempre doloroso ao toque (se você empurra a pele com o dedo, sente uma sensação de desconforto).

Reconhecer a celulite visível é muito simples, pois a pele assume a aparência típica e não estética da “casca de laranja”.

Geralmente a celulite, também favorecida por condições hormonais específicas, aparece na era do desenvolvimento e desaparece após a menopausa.

As áreas do corpo afetadas são principalmente coxas, abdômen, quadris, nádegas, tornozelos e braços.

Celulite: quais são os sintomas?

Os sintomas da celulite são diferentes, dependendo da gravidade do estágio em que é encontrada.

Quando a celulite ainda está no estágio 1, há apenas inchaço contínuo e sensação de peso da cintura para baixo, mas é apenas no estágio 2 que também se torna visível na pele, que parece pálida, avermelhada e relaxada, sem a sua naturalidade. elasticidade, com capilares dilatados e ramificados evidentes; apenas aperte a pele entre os dedos para ver a consistência típica de “casca de laranja”.

Os estágios 3 e 4 são os mais graves, nos quais o distúrbio é tão profundo que requer a intervenção do médico e / ou especialista em dermatologia: a pele fica muito enrugada e arruinada, definitivamente não é mais saudável, a área afetada fica dura e doloridos e frequentemente aparecem hematomas.

Celulite: quais são as causas?

A causa da celulite é a retenção de água, que consiste em uma estagnação de líquidos no corpo que produz inchaço anormal. Essa condição, combinada com uma circulação venosa e linfática não ideal e um excesso de resíduos e toxinas no corpo, significa que nessas áreas do corpo o oxigênio e os nutrientes são insuficientes e essa má combinação de fatores produz, como resultado , a odiosa “casca de laranja”.

Mas o que causa a retenção de água?

Sem dúvida, existe uma predisposição genética e hormonal, tanto que as mulheres são quase exclusivamente afetadas, mas também decorre em grande parte de hábitos alimentares errados, estilo de vida sedentário, excesso de libras, tabagismo e consumo de álcool.

De fato, cada um dos elementos mencionados acima afeta negativamente a estagnação de líquidos, capilares e circulação sanguínea em geral e, como é evidente, o aparecimento de edema e edema localizados.

Em resumo, a casca de laranja é uma inflamação das fibras dérmicas que, além das causas mencionadas acima, também pode derivar, talvez em combinação com as outras, de uma ingestão reduzida de líquidos, da ingestão de drogas estrogênio-progestina, do uso de um tipo de roupa muito constritiva, de saltos altos demais e de flutuações contínuas no peso corporal.

Como eliminar a celulite? Aqui estão os remédios naturais mais eficazes.

A celulite pode ser evitada, combatida e eliminada, tanto por dentro quanto por atuar diretamente sobre a pele, com uma série de remédios naturais que são econômicos, eficazes e acessíveis a todos.

Quanto aos primeiros, eles atuam na circulação e na estagnação dos líquidos, favorecendo o bem-estar do organismo e uma melhoria real e visível da imperfeição.

Aqui estão os melhores remédios naturais para a celulite:

Água

Pode-se dizer que constitui a própria base de todo programa anticelulite: beba pelo menos dois litros de água natural por dia, começando pela manhã em jejum.

Creme para Celulite Celumax

Este creme já é consagrado no Brasil, o Celumax consegue eliminar a celulite em sua quase totalidade

Chá de ervas anticelulite

Infusões e chás de ervas com as ervas certas são aliados essenciais contra a casca de laranja. Este chá de ervas é usado para reduzir a retenção de água e dar mais elasticidade e firmeza à pele.

Misture 40 gramas de erva-doce, 20 gramas de anis verde, 20 gramas de psyllium, 10 gramas de cominho, 5 gramas de cardamomo e 5 gramas de hortelã-pimenta. Em 250 ml de água fervente (use a água engarrafada, a água da torneira é muito calcária) coloque 1 colher de sopa da mistura de ervas e deixe em infusão por cerca de 10 minutos. Beba dois copos por dia.

Drenagem de chás de ervas

Eles são muito úteis para melhorar a microcirculação e favorecer o descarte correto de líquidos em excesso; nas lojas dos fitoterapeutas, encontre esses chás em saquetas práticas de dose única, prontas para uso (para obter termos e dosagem, leia as informações da embalagem). As ervas mais utilizadas são centella asiatica, mirtilo, videira vermelha e castanha da Índia.

Água anticelulite faça você mesmo

Você já ouviu falar de águas com sabor? As celebridades foram as primeiras a divulgá-las e, a partir daí, a moda se espalhou: elas são 100% naturais, saciam a sede, hidratam e, dependendo das frutas e legumes, têm efeitos benéficos.

Para preparar uma água anticelulite, adicione meio litro de água natural (sempre rigorosamente engarrafada), um pepino médio e um limão orgânico (não tratado) cortado em fatias, duas colheres de chá de gengibre ralado na hora e 10 folhas de hortelã. Agite bem e leve à geladeira a noite toda; na manhã seguinte, filtre e beba sempre que quiser.

Como emagrecer amamentando

Depois de ter o bebê, qual é a mulher que não quer voltar a ter o peso de antes, eliminando quilos a mais da gestação, não é mesmo?!

Embora seja um momento lindo com o filho, sem dúvidas isso afeta a autoestima e faz com que a mulher não se sinta tão bem com sua aparência.

No entanto, o que é importante ressaltar é que as dietas mais restritivas ou pobres são altamente desaconselhadas nesses casos, visto que isso pode prejudicar o aleitamento.

Então, veja a seguir algumas dicas ótimas de como emagrecer amamentando:

Amamente sim

Sempre que isso for uma escolha, opte por amamentar o seu bebê, pois estudos mostram que amamentar ajuda a emagrecer mais rapidamente.

No entanto, a dica nesse caso é escolher bons alimentos para você. Isso é importante para a sua saúde, mas também é sabido que amamentar dá mais fome e, se a ideia é emagrecer, cabe a você fazer boas escolhas.

Lembre-se: comer bem é diferente de comer muito!

Fique sabendo que a produção de cerca de 750ml de leite, consome certa de 700 calorias!

Coma bem sempre

É sabido que a rotina com um bebê recém-nascido pode ser uma loucura, mas a dica é que você se alimente bem depois de cada amamentação.

Pode ser um copo de iogurte com frutas ou um copo de suco, além de tomar muita água o dia inteiro, claro.

Isso irá ajudar na produção do leite e ainda vai ajudar a manter a saciedade, para que você possa ter energia o dia inteiro e controle da fome ao mesmo tempo.

Gaste calorias

Uma boa dica para quem quer emagrecer amamentando é botar o bebê no sling, que não deixa de ser como uma musculação, e depois ir dar uma caminhada, nas horas vagas você também pode fazer exercícios HIIT que não demandam mais do que 10 ou 20 minutos do seu tempo, o Treino Xtreme 21 é uma boa pedida neste caso e dá ótimos resultados.

Além de contribuir para tonificar o abdômen, essa prática ainda pode ajudar muito a gastar mais calorias no dia a dia, sem falar que ajuda na autoestima também.

Fique tranquila, apenas 20 minutos por dia já é mais do que suficiente para ter bons resultados e já significa 100 calorias a menos no seu corpo.

Sabemos que nem sempre é fácil olhar para o corpo e se aceitar, mas a última dica é que você tenha paciência. Lembre-se que seu corpo passou 9 meses gerando uma vida e não vai retornar ao que era antes da noite para o dia.

Espere ao menos uns 6 meses antes de encarar uma dieta restritiva, para não comprometer o alimento do seu bebê!

Veja mais algumas dicas para emagrecer no pós-parto:

Dicas Para Acabar Com a Celulite

A celulite é um fantasma que assombra principalmente as mulheres. Geralmente surgem após as mudanças hormonais, como por exemplo a puberdade, gravidez ou a menopausa.

Entretanto existem outras causas que podem desencadear este incômodo.

Não é um problema grave que cause consequências serias para a saúde, mas causa muito desconforto pois afeta a aparência da pele onde ela surge.

Por isso os tratamentos para celulite ou suplementos naturais como o celumax estão cada dia mais em alta, o celumax é um suplemento natural em cápsulas 100% natural que ajuda a combater a celulite, hoje está sendo uma ótima alternativa entre os famosos.

Vamos ver algumas dicas básicas que vão lhe ajudar a acabar com a celulite.

Descobrir qual o tipo de celulite

Primeiro passo temos que saber qual o grau de celulite você tem, lembrando que podemos classificar a celulite em quatro graus distintos:

  1. Não apresenta ondulação ou “furinhos”. Elas só surgem quando a pele é pressionada.
  2. Já é possível perceber as ondulações e os “furinhos” sem pressionar a pele.
  3. Neste grau, os nódulos estão evidentes e pode surgir dor na parte afetada.
  4. Cresce a quantidade de nódulos e aparece um certo inchaço que é a dificuldade do retorno da circulação.

Alimentação indicada

Para se livrar da celulite, a mudança se dá de dentro para fora, e a alimentação é muito importante neste processo. Sua dieta deve ser rica em fibras (aveia, quinoa), hortaliças, alimentos ricos em proteína como ovos, carnes magras (peito de frango, alcatra, peixes), grão de bico, lentilha, feijão e outros.

Dê atenção especial as fibras, pois elas auxiliam no funcionamento dos intestinos. Intestinos com mau funcionamento (presos) acabam prejudicando a circulação linfática que está relacionada a uma das causas da celulite.

Exercícios físicos

Exercícios físicos são básicos para quem deseja melhorar a aparência dos “furinhos” ou evitar que a celulite surja. Os exercícios ajudam a eliminar gordura e ativa a circulação. Os mais indicados são: caminhada, pilates, musculação e andar de bicicleta.

O que beber

Tome bastante água. A água é a receita universal para manter uma boa saúde. Se você tiver sentindo algum incômodo pode usar sucos e chás naturais (sem açúcar). Os chás mais indicados são: hibiscos, cavalinha e chá verde. Os sucos são: melancia, morango, abacaxi e melão.

Massagens e cremes

Esta alternativa já envolve procedimentos estéticos. Existem muitos esteticistas que oferecem massagens com cremes específicos bem como drenagens linfáticas com a finalidade de eliminar a celulite.

Estes procedimentos aumentam a circulação e o fluxo sanguíneo proporcionado o desaparecimento dos “furinhos”. Veja mais dicas pelo vídeo abaixo: