Author: Marcos

Melhores Dicas Para Tratar Estrias Vermelhas

Um verdadeiro pesadelo para quase todas as mulheres, as estrias podem causar um enorme desconforto estético. No entanto, a verdade é que não há muito como fugir, afinal, a maioria das mulheres, cedo ou tarde, vai ter que enfrentar as estrias vermelhas em alguma parte de seu corpo.

É importante ressaltar que as estrias podem acontecer com pessoas de qualquer forma física e em qualquer idade. No entanto, tendem a ser mais comuns em mulheres, especialmente durante a puberdade.

Isso porque é nesse momento que o corpo está se desenvolvendo mais aceleradamente.

Por isso é que hoje vamos conhecer um pouco mais sobre as estrias vermelhas, o que são e como trata-as adequadamente.

O que são as estrias vermelhas?

De uma forma bem simples, as estrias vermelhas são apenas o primeiro estágio da estria, ou seja, são estrias mais recentes. Elas também podem ter uma coloração mais arroxeada.

Com o tempo o amadurecimento, elas tende a ir assumindo uma coloração mais esbranquiçada e partir daí se tornam permanentes.

Pois bem, de uma forma bem simples as estrias são como cicatrizes, causadas pelo rompimento do colágeno na camada superior da pele.

Elas acontecem porque a pele distende muito e essas fibras elásticas que dão sustentação à pele acabam se rompendo. Isso porque as fibras suportam até um certo limite e quanto ele ultrapassa rapidamente de forma excessiva, elas não aguentam

Como tratar estrias vermelhas?

Para conseguir se livrar desses problemas incômodos, é essencial que você tenha alguns cuidados diários que são bem simples, mas importantes. Lembrando também que o silk skin funciona melhor que qualquer outro produto para tratar as varizes, mas as dicas abaixo irão lhe ajudar.

Dito isso, vamos conhecer quais são os possíveis tratamentos para se livrar as estrias vermelhas:

  • Hidratação

A hidratação é o principal e mais importante cuidado que você pode ter não apenas para minimizar mas também para evitar as estrias vermelhas.

Isso porque ajuda a aumentar a elasticidade da pele e a mantê-la com mais saúde, evitando ressecamento.

  • Ácidos

Alguns ácidos como o retinóico e o glicólico também podem ser usados no tratamento das estrias vermelhas. O mais importante é que a aplicação desses ácidos seja sempre feita com a recomendação e o acompanhamento de um profissional de dermatologia, visto que pode causar irritações sérias.

  • Tratamentos estéticos

Alguns tratamentos estéticos como o infravermelho ou a microdermoabrasão podem ajudar.

Isso porque é como se eles lesionassem a pele na região as estrias, obrigando-a a se regenerar e estimulando a produção do colágeno.

O laser também é outra opção, mas o tratamento mais eficiente só pode ser recomendado por um profissional depois de avaliar o caso individualmente!

Dicas Para Tratar a Disfunção Erétil Naturalmente

Os problemas de disfunção erétil são um grande tabu para muitos homens hoje em dia. No entanto, antes de um homem tomar algum estimulante sexual, ele deve primeiro experimentá-la com meios naturais. Métodos bem estabelecidos incluem treinamento do assoalho pélvico.

Em muitos casos, é claro que os problemas de potência podem ser remediados. Sonja Soeder e Dr. explicam como isso funciona e quais exercícios são necessários.

Ao contrário da maioria das mulheres, muitos homens nem sabem exatamente onde estão os músculos do assoalho pélvico. Portanto, o livro começa com exercícios direcionados de percepção. Isso inclui palpar os músculos entre o púbico e o cóccix. Isso pode ser sentido quando os homens puxam a raiz do pênis para o umbigo e mantêm a tensão por alguns segundos.

Todos os exercícios são baseados no treinamento desses músculos. Porque eles são os que mantêm a ereção. Se os músculos do assoalho pélvico estiverem tensos, os vasos do tecido erétil também serão comprimidos, dificultando o fluxo do sangue de volta. Isso aumenta a pressão no tecido erétil, que por sua vez é importante para manter a ereção.

Problemas de Impotência: Cuidado com o ciclismo e a rotação

Como o desempenho físico geral, a potência masculina também está sujeita ao processo natural de envelhecimento. Se o tecido perder elasticidade e o suprimento de sangue não for mais tão bom, o pênis também ficará mole mais rapidamente.

Com o treinamento físico direcionado, no entanto, a circulação sanguínea e a atividade muscular podem ser significativamente aumentadas. No entanto, nem todos os esportes são totalmente recomendados.

Ciclismo excessivo – por exemplo, passeios de fim de semana prolongado – e rodar na academia podem prejudicar gravemente a potência. Isso geralmente ocorre devido a selas desconfortáveis ​​que causam dormência. Quanto mais estreita a sela, maior a pressão no períneo (área entre o pênis e o ânus) e pior a circulação sanguínea.

Problemas de Ereção: Esses Esportes Promovem Potência

Soeder e Dorey recomendam caminhadas, escaladas, caminhadas, natação e golfe como esportes que fortalecem os músculos do tronco e do assoalho pélvico. O yoga também é ideal para treinamento muscular eficaz na área do assoalho pélvico.

Em geral, uma boa condição física ajuda a aguentar mais tempo durante o sexo. Se você preferir ir à academia, deve alternar entre o equipamento e o treinamento com barra.

A potência também pode ser melhorada com pequenos exercícios que podem ser integrados de maneira fácil e simples à vida cotidiana.

Soder e Dorey dão a dica para tensionar o assoalho pélvico de vez em quando por cinco a dez minutos enquanto dirigem, usam o PC e fazem tarefas domésticas.

Estenda a Ereção Durante o Sexo

Existem também maneiras de prolongar a ereção durante o sexo. Por exemplo, Soeder e Dorey recomendam que o assoalho pélvico seja tensionado ritmicamente e com força de novo e de novo.

Os autores também recomendam ativar conscientemente brevemente os músculos do assoalho pélvico várias vezes antes de mudar de posição.

A mudança de posição deve ocorrer sob tensão média. Aqueles que seguem regularmente esses pequenos truques serão recompensados ​​com uma vida amorosa mais gratificante a longo prazo.

Disfunção Erétil: Quando Você Precisa Consultar um Médico

Se todas as medidas naturais não ajudarem a resolver seus problemas de ereção, você deve procurar ajuda de um médico.

A disfunção erétil pode ser um sinal de alerta que oculta doenças graves e aumenta o risco de ataque cardíaco ou derrame. Estes podem ser orgânicos ou psicológicos.

Trabalhar em casa pode causar varizes?

Nos últimos tempos, o trabalho remoto veio crescendo muito, e ganhou mais força ainda desde que a pandemia por conta do Coronavírus obrigou todos a ficarem em suas casas.

Uma questão, desde então, vem sendo levantada: trabalhar em casa, horas diante do computador pode causar varizes?

É preciso, primeiramente, entender que as varizes acontecem por problemas de circulação.

Então, varizes são aquelas veias fáceis de serem vistas a olho nu, pois são dilatadas e deformadas, que aparecem, geralmente, nas pernas, provocando um grande desconforto, queimação, inchaço e, muitas vezes, até dores.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), as veias se tornam varicosas por causa de uma alteração na circulação do sangue no organismo.

Dessa forma, fatores como gravidez, sobrepeso e ficar em pé durante longos períodos de tempo podem facilitar o surgimento do problema.

Então, trabalhar em casa, afinal será que pode também ser considerado um fator de risco?

Trabalhar em casa pode causar varizes?

Nos últimos dias, passar muitas horas em frente ao computador se tornou uma realidade para muitas pessoas, seja para realizar o trabalho, ou para participar de reuniões por videoconferência.

Então, o fato de manter o corpo em uma mesma posição por muito tempo pode acabar comprometendo o bom funcionamento da circulação sanguínea, favorecendo o surgimento, ou a piora, das varizes, por isto o uso de um creme para varizes como Varizero é super recomendado para prevenção do problema.

Portanto, não é o trabalhar em casa que pode, ou não, causar varizes, mas o fato de permanecer por um longo período de tempo sentado, numa mesma posição.

O ideal, nesse caso, é procurar alternar a posição, se levantando a cada hora, nem que seja para dar uma esticada no corpo, beber água, ir ao banheiro, e se alongar.

Portanto, respondendo à pergunta, trabalhar em casa não causa varizes, mas é um fator de risco se você tiver que ficar muito tempo sentado.

Como prevenir o surgimento de varizes

A dica, portanto, para não deixar que o trabalho vire um fator de risco, é procurar fazer intervalos durante o expediente e, também, praticar atividades físicas, que é uma das principais formas de prevenir varizes.

Vale saber que os exercícios físicos ajudam a fazer com que o sangue retorne dos pés e pernas para o coração, principalmente, através do fortalecimento da musculatura das panturrilhas.

E mais, a obesidade é um fator de piora para as varizes, e os exercícios também ajudam a controlar o peso corporal.

Enfim, trabalhar em casa não vai causar varizes, mas ficar muito tempo sentado pode acabar causando, sim. Por isso, é fundamental se prevenir com atitudes como manter o corpo ativo, evitar ficar muito tempo sentado, se alongar, favorecendo a circulação do sangue e a saúde, de uma forma geral.

Temperos que podem ser usados para emagrecer

Quer emagrecer,ouviu falar que a dieta pode ganhar uma forcinha com alguns temperos e quer saber quais são, não é isso? Então, veio ao lugar certo. Confira nesse artigo alguns temperos que podem ser usados para emagrecer.

Então, não é novidade que alguns alimentos podem dar uma forcinha quando o assunto é emagrecer, mas o que muita gente ainda não sabe é que alguns temperos também podem ser grandes aliados da dieta, e isso porque ajudam a acelerar o metabolismo, além de melhorar a digestão e diminuir o apetite.

Um lugar que vende produtos de emagrecimento é na herbalife, e o melhor ainda é que você ainda pode revender herbalife e ganhar dinheiro fazendo isso.

E o mais legal, é que esses temperos, por serem naturais, também podem oferecer uma infinidade de benefícios que vão desde melhorar a circulação, atuar como antioxidante, até fortalecer o sistema imunológico.

Ficou curiosa? Então, confira abaixo quais são esses temperos amigos da dieta e como usa-los no dia a dia.

1. Pimenta

Encabeçando essa lista temos a pimenta, que é rica em capsaicina, que é a substância responsável pelo ardor e pelo efeito termogênico. Mas a pimenta também é um potente anti-inflamatório, além de digestiva. E atenção, quanto mais picante ela for, maior seu efeito termogênico.

As principais pimentas para dar aquela ajudinha na hora de emagrecer são: jalapeño, pimenta de cheiro, pimenta de bode, cumari-do-Pará, malagueta, dedo-de-moça, murupi, biquinho e cambuci.

E as pimentas podem ser usadas para temperar carnes, molhos, frango e saladas, e a dica é procurar consumir, pelo menos, 1 colher de chá por dia.

2. Canela

A canela é outro tempero obrigatório para quem quer emagrecer, pois ela  ajuda a controlar a glicemia, que é o açúcar no sangue. Lembrando que o excesso de açúcar no sangue estimula a produção de gordura.

E mais, a canela, também, ajuda a melhorar a digestão, reduzir o inchaço e fortalecer o sistema imunológico. A canela pode ser usada sobre frutas, em forma de chá ou no leite. A dica é consumir, pelo menos, 1 colher de chá de canela por dia.

3. Gengibre

O gengibre é um ótimo auxiliar das dietas, e isso porque possui os compostos 6-gingerol e 8-gingerol, que atuam aumentando a produção de calor e suor.

O gengibre pode ser consumido em chás, sucos e até saborizando a água, ajudando também a melhorar a digestão, reduzir os gases e aliviando náuseas e vômitos.

4. Pó de guaraná

O pó de guaraná é rico em cafeína e teobromina, ajudando a acelerar o metabolismo e, assim, emagrecer, funcionando também como um energético natural.

E mais, o guaraná possui fitoquímicos como catequinas e taninos, que são antioxidantes e melhoram o sistema imunológico.

A melhor forma de utilizar o pó de guaraná é adicionando 1 colher de sopa do pó em sucos ou chás. Mas atenção, não é recomendável utilizar mais do que 2 colheres por dia, para não acabar com efeitos colaterais como a insônia, por exemplo.

A TPM pode ser evitada?

Infelizmente, as brasileiras estão entre as mulheres que mais sofrem com Tensão Pré-Menstrual, a famosa e temida TPM, queé a abreviação de Tensão Pré-Menstrual, caracterizada pelo conjunto de sensações que surgem cerca de 10 dias antes do início do ciclo menstrual.

De acordo com o Ministério da Saúde, a TPM atinge cerca de 90% das mulheres brasileiras, sendo bem difícil encontrar uma mulher que nunca tenha sofrido com algum desconforto ligado ao ciclo menstrual, com pelo menos um dos sintomas físicos ou emocionais da Tensão Pré-Menstrual (TPM).

Antes de seguir eu gostaria de lhe dizer que existe suplementos naturais que ajuda aliviar os sintomas da tpm, e o laisve está sendo o mais recomendado aqui no brasil, e a mair vantagem é que esse produto é 100% natural.

Tipos de TPM

O que muita gente não sabe, no entanto, é que existem diferentes tipos de TPM, já que os sintomas podem variar de mulher para mulher. Em função disso, a medicina resolveu separar e classificar a TPM em cinco tipos diferentes:

  • TPM tipo A: Ansiedade, Tensão, Dificuldade para dormir, Irritabilidade, Alterações de humor.
  • TPM tipo C: Compulsão por doces ou salgados, Vontade de comer guloseimas ou comidas diferentes, Dores de cabeça.
  • TPM tipo D: Raiva sem razão, Sentimentos perturbadores, Pouca concentração, Lapsos de memória, Baixa autoestima, Sentimentos violentos.
  • TPM H: Ganho de peso (por conta da retenção de líquido), Inchaço abdominal Sensibilidade e inchaço em mamas, Inchaço nas extremidades do corpo, como mãos e pés.
  • TPM O: Alteração nos hábitos intestinais, Aumento da frequência urinar, Fogachos ou sudorese fria, Dores generalizadas, incluindo cólicas, Náuseas, Acne, Reações alérgicas, Infecções do trato respiratório.

Quando procurar ajuda

Embora seja comum se fazer brincadeiras em torno do problema, na verdade, a TPM, para algumas mulheres, pode trazer grande impacto em sua qualidade de vida, sendo por isso muito importante se atentar à intensidade e à frequência dos sintomas, e se perceberem que os mesmos estão causando prejuízos à sua rotina, é importante consultar o ginecologista.

Mas, infelizmente, muitos ainda subestimam a TPM, considerando, muitas vezes, até frescura, o que é um grande erro, já que o sofrimento com os efeitos em algumas mulheres é tanto que chegam a trazer prejuízos no dia a dia, obrigando a faltar o trabalho e afetando, até mesmo, as  relações sociais e familiares.

Por isso, os sintomas não podem ser encarados como algo normal se os mesmos acabam trazendo prejuízos em todos os sentidos.

Tratamentos

Felizmente, atualmente, já podemos contar com tratamentos e medidas eficazes para amenizar e, até mesmo, cessar os desagradáveis sintomas da TPM, como, por exemplo, o uso dos anticoncepcionais orais.

Anticoncepcionais orais

Tais anticoncepcionais orais ajudam a estabilizar as flutuações hormonais que acabam causando os sintomas, além de oferecer outros benefícios, como a melhora da pele, diminuição do fluxo e cólicas menstruais.

Casos mais severos

E em casos mais severos, com sintomas bem mais intensos e quase insuportáveis, como no Transtorno Disfórico Pré-Menstrual (TDPM), pode ser usada uma combinação de medicamentos antidepressivos com um acompanhamento multiprofissional.

Estilo de vida

O fato é que a menstruação é mensal, ou seja, a TPM surge todos os meses, por isso, é fundamental adotar algumas mudanças no estilo de vida, as quais poderão aliviar os sintomas pré-menstruais. Algumas mudanças que podem ajudar são:

  • Investir em uma alimentação saudável;
  • Beber muita água, se hidratando bem;
  • Praticar exercícios regularmente.

Vale também evitar a ingestão excessiva de sal, açúcar, gorduras, álcool e cafeína, que podem acabar desencadeando ou, até mesmo, agravando os sintomas da TPM.

Antidepressivos podem causar impotência sexual?

Você usa antidepressivos, ou pretende usar? Veio até aqui querendo saber se podem causar impotência sexual? Então chegou ao lugar certo. Nesse artigo falaremos sobre esse tema, confira.

Com todo o estresse dos dias atuais, com desempregos e crise financeira, não há saúde mental que resista. O fato é que, na maioria das vezes, o corpo acaba respondendo à altura, com doenças de todo tipo e, inclusive, impotência sexual.

E o pior é que estresse e depressão podem levar à impotência, assim como, a impotência pode levar ao estresse e depressão. Resultando em uma bola de neve e dificultando o tratamento. Afinal, tratar a depressão ou a impotência?

E mais, se por um lado, essa impotência poderia ter origem psicológica, vinda da própria depressão, por outro, ela pode vir, simplesmente, como um efeito colateral.

Portanto, a resposta é SIM, antidepressivos podem causar impotência e infertilidade.

Impotência sexual

Pois é, de acordo com pesquisas, as queixas mais comuns, entre os homens que tomam esse tipo de medicamento, incluem problemas de orgasmo e ejaculação, diminuição do desejo e da excitação, disfunção erétil, assim como, tempo atrasado e ausência de ejaculação.

Vale saber que, praticamente, todos os antidepressivos podem causar disfunções sexuais e reprodutivas, interferindo no desejo, ereção, orgasmo e ejaculação, além de, também, acabarem por influenciar a fertilidade.

Pois é, é preciso considerar que os antidepressivos, geralmente, causam efeitos colaterais que podem prejudicar a atividade sexual em todos os níveis.

Confira também: Laxpower funciona

E também é preciso levar em conta outros possíveis efeitos colaterais, embora menos comuns, mas já relatados por muitos consumidores,  como, por exemplo, orgasmo espontâneo, dor durante o orgasmo,anestesia peniana, orgasmo associado com bocejos e ereção dolorosa e prolongada independentemente de desejo sexual.

Infertilidade

Pois então, os antidepressivos também podem acabar afetando a fertilidade masculina, e isso acontece das seguintes formas: diminuindo o volume da ejaculação; produzindo menos espermatozoides e produzindo espermatozoides de baixa qualidade.

Todos os antidepressivos podem causar impotência?

Infelizmente, a resposta é SIM.  Segundo pesquisas, basicamente, todos os antidepressivos podem acabar influenciando a sexualidade de alguma forma.

Porém, os antidepressivos serotoninérgicos, ou seja, aqueles que aumentam o hormônio serotonina, eles estão entre os principais responsáveis pela disfunção sexual no homem, uma vez que a serotonina inibe a libido, a ejaculação e o orgasmo.

Aproximadamente, 60% dos homens que tomam antidepressivos apresentam algum tipo de disfunção sexual, o que acaba fazendo com que, à longo prazo,  abandonem o tratamento.

Por exemplo, alguns pacientes relatam que os antidepressivos Imipramina e Amitriptilina,  diminuem o desejo sexual e provocam problemas na ereção e ejaculação, e Clomipramina, por exemplo, diminui a sensibilidade genital, retardando a ejaculação.

Enquanto, antidepressivos como trazodona podem causar ereções prolongadas, e bupropiona pode até melhorar o desejo sexual e facilitar o orgasmo.

Ou seja, é preciso ter em mente que cada pessoa reage de forma diferente à qualquer medicamento, por isso, é fundamental, sempre, procurar ajuda de um profissional qualificado e jamais sair se automedicando.

Dicas para emagrecer depois dos 30

Só quem passou dos 30 e se submete a alguma dieta, sabe como emagrecer ficou bem mais complicado. Mas, saiba que não é impossível, e com algumas dicas poderá emagrecer, mais rápido e com saúde. Confira!

Chegou aos 30? Ah, então percebeu que perder peso já não é assim tão simples, que basta fechar a boca no dia seguinte e lá se vão alguns quilinhos, não é mesmo?

Mas, a primeira dica é não se deixar abater! Sim, depois dos 30 o metabolismo já não é o mesmo, por isso, é preciso ter mais foco e uma alimentação bem mais equilibrada.

Então, a verdade é que, de forma mais generalizada, seu corpo passa a funcionar mais lentamente que antes, e isso por causa do metabolismo, mas se você deseja acerar seu metabolismo, o sibulmax funciona muito bem para isso, esse produto natural, além de acerar o metabolismo, ele ainda ajuda na queima de gordura abdominal.

O fato é que todo o processo que envolve o metabolismo inclui vários hormônios. Por isso, é preciso continuar com as atividades físicas e, até mesmo, dar uma turbinada, justamente, para estimular o metabolismo.

Mas, nada de se desesperar, mesmo o metabolismo estando um pouco mais lento, ainda é possível emagrecer depois dos 30, principalmente, se seguir as dicas abaixo:

Dicas para emagrecer depois dos 30

  • Metabolismo à mil: Antes de mais nada, é preciso repensar o cardápio do dia a dia, incluindo alimentos nutritivos e, principalmente, termogênicos, para ajudar a acelerar o metabolismo, sem que seja preciso passar fome, com dietas restritivas.
  • Alimentação equilibrada: Capriche no café da manhã, faça lanches entre as refeições e coma sem exageros. Se conseguir, evite açúcar, frituras, gorduras e bebidas alcoólicas, pois o organismo não os metaboliza muito bem.
  • Alimentos do bem: Priorize em suas refeições alimentos ricos em fibras, coma legumes, frutas, verduras, assim como, grãos integrais, proteínas magras, carboidratos de absorção lenta e gorduras boas, presente em alimentos como azeite, abacate, e salmão.
  • Sono em dia: Durma bem, no mínimo, 7 horas por noite.
  • Relaxe: Evite o estresse e a ansiedade, eles regulam o hormônio ligado ao apetite. Por isso, em nome de sua saúde, fuja de situações onde sabe que terá que lidar com esses sentimentos, se for preciso, troque de emprego, mude de profissão…
  • Se mexa: Pratique exercícios, e se já praticava, procure dar uma turbinada, envista em novas modalidades, mude o seu treino.
  • Pé na realidade: Não seja tão rigorosa e crítica consigo mesma, estabeleça metas realistas.
  • Se permita: Ainda a respeito do rigor consigo mesma, se permita cair em uma tentação, ao menos, nos finais de semana, se jogue no churrasco, batata frita, sorvete, brigadeiro. Lembre-se que o estresse não é bem-vindo, e nada como os prazeres para nos fazer esquecer do estresse, não é mesmo?
  • Nada de rotina: Saia da rotina, experimente coisas novas! Uma atividade física diferente, um novo curso, novo namorado! Nada como a adrenalina para fazer nosso metabolismo ir á mil!

5 Frutas que ajudam a prevenir o câncer de próstata

Está querendo saber se algumas frutas podem prevenir o risco de câncer de próstata? Então, a resposta é SIM. E se quiser conhecer algumas dessas frutas, é só continuar lendo esse artigo.

Mesmo que não se consiga, seja pelo agito do dia a dia, por falta de tempo, ou mesmo, por falta de acesso, o que todos querem, no fundo, é ter uma alimentação mais saudável.

Comprovadamente, manter uma alimentação saudável colabora com a saúde como um todo, e isso nem é novidade, muitas doenças poderiam ser evitadas apenas com o consumo diário de alguns alimentos, inclusive, ajudando na prevenção de vários tipos de câncer, como câncer de próstata, por exemplo.

De acordo com uma recente pesquisa, publicada no jornal britânico British Journal of Cancer, cerca de 45% dos casos de câncer (quase metade) poderiam ser evitados com hábitos de saudáveis,principalmente, a alimentação.

Na verdade, é possível combater o desenvolvimento do câncer de duas maneiras:

  • evitando substâncias que são cancerígenas (embutidose frituras);
  • adicionando à dieta, alimentos que ajudam a prevenir o aparecimento do câncer.

E entre os alimentos que ajudam a prevenir o aparecimento do câncer de próstata estão algumas frutas.

Muito mais do que deliciosas, as frutas oferecem nutrientes e muitos benefícios à saúde, além das frutas que irei te mostrar abaixo, existe também o evoprost que é suplemento natural a base de frutas e ervas que ajuda tratar e prevenir doenças da próstata.

Como esse artigo é sobre, especialmente, o câncer de próstata, vamos conhecer as frutas que podem, e devem, virar aliadas de quem quer se prevenir dessa doença:

Tomate

Por conter licopeno, essa fruta ajuda a prevenir o câncer de próstata e, também o de mama. O tomate é a fruta que mais concentra o licopeno, sendo melhor aproveitado na forma de molhos.

Goiaba

Com grande valor nutritivo e propriedades medicinais, devido ao seu alto teor de vitamina C, A e B, a Goiaba vermelha é muito rica, também, em carotenoide licopeno, que protege contra o câncer.

Melancia

Fruta típica do verão, com poucas calorias, a melancia é rica em vitamina C, vitamina A, licopeno, entre outros compostos, oferecendo muitos benefícios para a saúde, principalmente, prevenindo de câncer, inflamação, estresse oxidativo…

Mamão Papaia

Rico em fibras, nutrientes, como a vitamina C e o licopeno, o mamão papaia, também é um poderoso antioxidante,  pode ser usado para proteger do câncer de próstata e também prevenir o Alzheimer.

Romã

Ultimamente a romã vem sendo objeto de muita pesquisa e discussão, com muitos benefícios sendo descobertos a toda hora.

Rica em antioxidantes e um fitonutriente chamado elagitanino, a romã acabou se tornando uma ótima aliada no combate ao câncer de próstata.

Algumas pesquisas realizadas em tubos de ensaio, comprovaram que os extratos de romã podem retardar a reprodução de células cancerígenas e,  até mesmo, fazer com que essas células desapareçam.

Já, em outras pesquisas os elagitaninos ajudaram a revelar que podem interferir no crescimento de novos vasos sanguíneos, que são necessários para nutrir os tumores da próstata.

Enquanto pesquisadores de uma Universidade de Califórnia, em Los Angeles, descobriram que o suco de romã diminuiu significativamente a progressão do câncer de próstata em um grupo de homens.

Causas e Soluções Para Queda de Cabelo em Mulheres

Perder entre 50 e 100 cabelos por dia é completamente normal. Mas se você acorda de manhã, descobre muito cabelo no travesseiro e, toda vez que escova, percebe uma perda excessiva de cabelo, é outra história. Mas não entre em pânico. Vamos começar identificando as causas da perda de cabelo nas mulheres para remediá-la.

Normalmente, os processos biológicos responsáveis ​​pelo crescimento do cabelo são naturalmente equilibrados. Enquanto alguns cabelos caem, outros crescem e assim por diante. É um ciclo normal e saudável que reflete as diferentes fases do crescimento do cabelo. Mas quando esse mecânico é perturbado, a perda de cabelo pode acelerar. Criamos uma lista das principais causas desse fenômeno e as soluções que podem ser adotadas. Se você estiver sofrendo uma perda excessiva de cabelo há mais de 6 meses, é recomendável que você visite seu dermatologista. Neste artigo, vamos nos concentrar na perda de cabelo em mulheres.

1. Queda de cabelo em mulheres de origem hormonal

Nosso sistema hormonal é muito sensível e reage para as menores mudanças. Normalmente, o estrogênio (hormônio sexual feminino) é a origem de uma juba bela e densa. Por esse motivo, muitas mulheres têm cabelos especialmente bonitos durante a gravidez. 

No entanto, os hormônios masculinos (andrógenos), também presentes no corpo feminino, mas em quantidades menores, não favorecem o crescimento do cabelo. Tanto no homem como na mulher, o estresse aumenta a secreção de hormônios androgênicos, que podem alterar o equilíbrio hormonal e causar queda de cabelo devido ao estresse. 

Em casos mais graves, os dermatologistas podem prescrever antiandrogênicos. Mas, na maioria dos casos, basta levar uma vida menos agitada e relaxar com mais frequência. Esse desequilíbrio também pode ser motivado pela disfunção da glândula tireoide.

Uma ótima dica para fortalecer os cabelos é usar um tônico capilar como o hairpower, esse produto além de fortalecer os cabelos fracos, ele ainda ajuda na recuperação de fios que caíram.

2. Queda de cabelo em mulheres devido à manipulação capilar excessiva

Submeter o cabelo a muitos tratamentos agressivos pode enfraquecê-lo e desligá-lo. Descolorações, mudanças freqüentes de cor, uso permanente ou regular de alisadores de cabelo não causam diretamente perda de cabelo nas mulheres, mas podem danificá-lo e fazer com que o cabelo se separe na raiz.

Somente “acidentes químicos” podem causar diretamente queda de cabelo nas mulheres. Isso acontece quando não respeitamos os tempos de exposição das descolorações e das permanentes. Após essa situação, não há escolha a não ser esperar um pouco para o couro cabeludo se recuperar. Você deve usar uma pequena quantidade de xampu e aplicá-lo suavemente. Se possível, evite tingir o cabelo e tom a tom por tom por um tempo.

3. Queda de cabelo em mulheres devido à falta de vitaminas

Para o cabelo crescer, ele precisa de uma dieta equilibrada, rica em vitaminas. A falta destes ou um regime excessivamente intenso pode causar perda de cabelo temporária. Para evitar isso, siga uma dieta equilibrada à base de frutas, legumes, proteínas, laticínios, cereais, nozes e óleos de qualidade superior. 

Se você não puder consumir esses alimentos, tome complexos alimentares especiais para cabelos que contenham biotina, niacina, zinco e vitaminas B6, B12, A e E. Isso também irá ajudá-lo, se você tiver cabelos finos, a dar mais força.

4. Queda de cabelo em mulheres causada por disfunção do sistema imunológico

A perda de cabelo pode ser a consequência tardia de uma infecção. É por isso que você pode perder cabelo na primavera, depois de ter sofrido uma gripe durante o inverno. Esse fenômeno para após cerca de 3 meses, quando as raízes danificadas se regeneram.

Benefícios e desvantagens de comprar da China

Comprar em sites de compras da China é muito vantajoso devido ao preço baixo e porque você é capaz de encontrar praticamente tudo, desde eletrônicos, roupas, acessórios, etc.

Essa é uma das razões pelas quais as pessoas querem aprender a comprar na China, pois é possível comprar tudo o que acabamos de ler, muito abaixo do custo usual, mas apesar disso é muito importante saber exatamente como fazer compras nestes sites chineses.

Você deve considerar que os consumidores em seu país de origem desfrutam de direitos (garantias) quando compram produtos on-line de seu próprio país. No entanto, os mesmos direitos não se aplicam ao comprar de um vendedor na China.

Felizmente, existem alguns sites que oferecem proteção, mas isso não é muito comum, em termos de reembolso em caso de não recebimento do pedido.

Por exemplo, a compra de produtos falsificados em um site chinês pode causar dificuldades na obtenção de um reembolso, pois esse país pode ter regras diferentes.

No entanto, restringir direitos não significa que as pessoas não devem comprar da China, mas que devem estar cientes dos riscos e gastar o que estão dispostos a perder.

Embora o baixo preço de alguns produtos possa sugerir uma compra com desconto, existe a possibilidade de que possam surgir problemas.

Por exemplo, os custos de envio estão incluídos em muitos itens, mas não em outros; portanto, os preços podem rapidamente passar de considerados uma grande oportunidade de negócio a pagar um preço realmente alto.

Benefícios da compra na China

As vantagens de comprar em lojas online chinesas têm a ver com diferentes aspectos. Por exemplo, você pode encontrar facilmente produtos de baixo custo e muitos deles são de alta qualidade.

Além disso, existem mais de 10.000 sites de compras na China com diferentes destinos de clientes, que têm itens diferentes disponíveis.

Outra vantagem é que hoje em dia existem muitos sites chineses que já oferecem cupom de descontos para compras feitas aqui no Brasil, eu mesmo já comprei com Cupom de Desconto Banggood e obtive uma economia de 20% na compra de um celular.

Para se dar bem nas compras, saber a diferença entre os diversos sites disponíveis é um passo fundamental para aprender a comprar na China e isso ajudará você a encontrar os lugares certos para fazer compras.

A maioria dos produtos de sites chineses é muito mais barata que na loja local, mesmo com os custos de remessa e manuseio incluídos.

Desvantagens de comprar na China

No lado oposto da moeda, as desvantagens de comprar em sites chineses também são evidentes:

  • Dificuldades de linguagem
  • Longos tempos de espera
  • Altas taxas de remessa internacional
  • Produtos falsificados
  • Serviços pós-venda não ideais.

Observe também que nem todos os vendedores oferecem frete internacional, portanto, saiba o método de envio antes de fazer uma compra.

Ao aprender a fazer compras na China, existem algumas desvantagens que podem ser evitadas. O caso mais comum é o risco de comprar produtos falsificados.

Se você deseja criar um trabalho lucrativo em casa , precisa encontrar e comprar em sites chineses confiáveis, que garantam a qualidade de seus produtos e podem reduzir os riscos associados a essa compra.

Por outro lado, deve-se ter em mente que as compras no exterior, sejam elas chinesas ou qualquer outro país, geralmente envolvem um processo mais complicado e um tempo de espera mais longo.

Como qualquer empresa, saber comprar na China exige tirar proveito de seus benefícios, mas também identificar riscos como maus serviços pós-venda devido a comunicação ineficiente e muitos outros fatores.

Como evitar esses riscos? Trabalhe com um operador confiável que simplifique as operações de importação, monitore cuidadosamente a reputação dos fornecedores e use tradutores experientes para resolver problemas de idioma.

Em resumo, se você estiver interessado em aprender e saber como comprar da China , recomendamos que você procure mais informações nos sites de compras chineses e sugestões para o seu uso.